DOE AGORA

Um dos maiores sociólogos do Brasil, Chico de Oliveira morre aos 85 anos

Um dos maiores sociólogos do Brasil, Chico de Oliveira morre aos 85 anos

Untitled-1

Nascido em Recife, Chico de Oliveira morava em São Paulo e fez parte da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT).

O Instituto Vladimir Herzog lamenta a morte de Chico de Oliveira, sociólogo recifense que morreu nesta quarta-feira, 10 de julho, em São Paulo. Oliveira foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), e compôs a 1ª Diretoria Executiva da Fundação Wilson Pinheiro, antecessora da Fundação Perseu Abramo.

Era um dos mais importantes sociólogos brasileiros, doutor honoris causa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Era também professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP).

Em 2004, recebeu o prêmio Jabuti, o mais importante da Literatura brasileira, na categoria Ciências Humanas pelo livro Crítica à razão dualista – O ornitorrinco, publicado pela editora Boitempo.

Chico de Oliveira foi dessas pessoas que atuou em prol da transformação da sociedade, trabalhando na formação de valores e na promoção de uma cultura de respeito, diálogo e dignidade. Seu legado é imensurável e será de fundamental importância para os desafios que o Brasil enfrentará nos próximos anos.

O velório será realizado na tarde desta quarta-feira, no Salão Nobre da FFLCH-USP (Rua do Lago, 717 – Butantã – São Paulo/SP).