DOE AGORA

Instituto Vladimir Herzog repudia agressões a Miriam Leitão

Instituto Vladimir Herzog repudia agressões a Miriam Leitão

O Instituto Vladimir Herzog (IVH) vem a público para repudiar as ameaças e intimidações que a jornalista Miriam Leitão e o sociólogo Sérgio Abranches vêm recebendo nos últimos dias.

A iniciativa, inclusive, não é isolada. Já há algum tempo, vários jornalistas que, de alguma forma, se posicionam de forma crítica ao atual governo são alvos de agressões covardes que colocam em xeque a democracia e a liberdade de pensamento no Brasil.

Um país que pretende fortalecer seu Estado de Direito não pode, em hipótese alguma, permitir que situações como esta aconteçam. Em uma democracia, é absolutamente imprescindível que o jornalismo tenha totais condições para produzir e fazer circular as informações e é preciso que Estado e sociedade adotem, de forma permanente e irreversível, medidas para garantir que esse direito possa ser exercido plenamente.

O Instituto Vladimir Herzog presta sua solidariedade a Miriam Leitão, a Sérgio Abranches e a todos aqueles que estão sofrendo com o avanço das forças conservadoras que, dia após dia, provoca retrocessos imensuráveis em toda a sociedade.

Reafirmamos ainda nosso compromisso em denunciar as insistentes tentativas de calar a voz de comunicadores e jornalistas ao redor do país por entender que a segurança desses profissionais é, na prática, a segurança de todos nós.