18/10/2021

Há 46 anos Herzog entrava para história dos direitos humanos

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Quando perdemos a capacidade de nos indignar com as atrocidades praticadas contra outros, perdemos também o direito de nos considerar seres humanos civilizados, Vladimir Herzog

O dia 25 de outubro sempre será lembrado na história do Brasil. Nesta data, há 46 anos, o jornalista Vladimir Herzog foi assassinado dentro do Destacamento de Operações de Informações do Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-CODI), localizado na Rua Tomás Carvalhal, 1.030, no bairro do Paraíso, em São Paulo.

Alvo da ditadura civil-militar por supostas ligações com o Partido Comunista Brasileiro e pelo jornalismo crítico que fazia como diretor da TV Cultura, Vlado foi detido ao se apresentar voluntariamente para prestar depoimento sobre as acusações que sofria. Entrou vivo no DOI-CODI, foi torturado e morto pelos agentes da ditadura que tentaram forjar um suicídio.

Sua morte provocou inúmeras manifestações populares e mobilizou mais de 8 mil pessoas que compareceram a um culto ecumênico, celebrado pelo cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, o rabino Henry Sobel e o reverendo James Wright, na Catedral da Sé. Historiadores consideram esses acontecimentos como fundantes do processo de redemocratização do País.

Desde sua criação, o Instituto Vladimir Herzog (IVH) tem atuado para manter vivo o legado de Vladimir Herzog, celebrando sua vida e sua luta pelos direitos humanos no Brasil.

Nesta data, tão importante para a família Herzog e para o país, o IVH lança o Marimbás, podcast do IVH, além dos livros Dossiê Herzog e Vala de Perus: uma biografia. Também realizaremos, em parceria com outras organizações, a Cerimônia de Premiação da 43ª Edição do Prêmio Vladimir Herzog, principal honraria da imprensa brasileira. A celebração terá ainda atividades culturais na Praça Vladimir Herzog.

Lembramos que neste ano, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as atividades serão híbridas. Convidamos a todas e todos que apoiam o trabalho do IVH a participarem e compartilharem as atividades nas redes sociais e para aquelas e aqueles que forem participar presencialmente, recomendamos o uso de máscaras de proteção, distanciamento social e a higienização das mãos com álcool gel.

Atividades comemorativas

✔️ Lançamento da edição expandida do Dossiê Herzog
✔️ Lançamento do livro Vala de Perus: uma biografia
✔️ Cerimônia de Premiação da 43ª Edição do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos
✔️ Lançamento do podcast Marimbás, com a temporada de estreia sobre o projeto Territórios da Memória
✔️ Celebrações na Praça Vladimir Herzog

Assessoria de Imprensa

CDI | Renata Franca | +55 11 3817-7932 | [email protected]

Coordenadora de Comunicação | Raquel Melo | +55 11 97381 0209 | [email protected]

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Skip to content