20/11/2019

RESPEITAR É PRECISO! REALIZA ENCONTRO DE EDUCAÇÃO EM DH EM GOIANA

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

O projeto de educação em direitos humanos Respeitar é Preciso! reuniu educadoras e educadores da rede municipal de Goiana (PE) para o Encontro de Educação em Direitos Humanos, no Cine Teatro Polytheama. O encontro visou sensibilizar profissionais que atuam na defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes em torno dos caminhos para realização da educação em direitos humanos.

O evento também foi a oportunidade de compartilhar o diagnóstico do trabalho desenvolvido pelo Respeitar no segundo semestre de 2019, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e o Fórum Goiana, com apoio da Klabin. O foco foi  apresentar as percepções das comunidades escolares sobre as relações de respeito e desrespeito. As ações já realizadas servirão de base para a proposta de trabalho ao longo de 2020. 

Teatro lotado ao longo do dia

Localizada a pouco mais de 1 hora de Recife, Goiana conta com 36 escolas municipais (18 escolas na sede e outras 18 nos distritos), contabilizando quase 11 mil alunas e alunos e 597 educadoras e educadores. Ao longo do dia, docentes, gestoras e gestores e diretoras e diretores lotaram o histórico Cine Teatro Polytheama, no centro da cidade, para participar do evento. 

A Secretária Municipal de Educação e Inovação, Sra. Edjanete Valença participou da abertura do evento, e ressaltou a importância de se trabalhar o tema respeito em sala de aula:

O juiz da Vara Regional da Infância e da Juventude de Goiana, Dr. Tito Lívio Araújo Monteiro, lembrou da importância da parceria entre Instituto Vladimir Herzog, Secretaria Municipal de Educação, Fórum de Goiana e Klabin para a realização do evento.

A Diretora de Educação do Instituto Vladimir Herzog e do Projeto Respeitar é Preciso!, Ana Rosa Abreu, contou um pouco sobre a história de Vladimir Herzog (jornalista assassinado pela ditadura militar que dá nome ao Instituto) e sobre a importância da área de educação em direitos humanos do IVH. Já Crislei Custódio, formadora do Respeitar é Preciso!, apresentou para os presentes um panorama do diagnóstico realizado pelo projeto após a vinda da equipe no segundo semestre.

Após o almoço, o público acompanhou atento a Conferência “Educar ou Ensinar? Qual a responsabilidade da escola?”, do prof. Flávio Henrique Albert Brayner, da UFPE e colunista do Jornal do Commercio.

O Encontro de Educação em Direitos Humanos em Goiana foi o pontapé inicial de um trabalho previsto para se desenrolar no ano de 2020. Conheça mais do Respeitar é Preciso! clicando aqui.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email