06/08/2015

João Carlos Martins rege concerto em homenagem a Vladimir Herzog

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Em 1975, oito mil pessoas na Catedral de São Paulo, na Praça da Sé, bradaram sua indignação pelo assassinato de Vladimir Herzog. Agora, 40 anos depois – e 30 anos após o fim da ditadura, em 1985 – os músicos da Bachiana Filarmônica SESI-SP e o maestro João Carlos Martins convidam a população para um concerto em homenagem à sua memória e para celebrar aquela data que assinalou o início da derrocada da ditadura e da construção da democracia brasileira. Dessa forma a memória de Vladimir Herzog continua representando a liberdade de expressão, único caminho para o desenvolvimento de uma nação.

O Instituto Vladimir Herzog, em parceria com a Fundação Bachiana, anuncia a realização, no próximo dia 15 de Agosto, às 21 horas, de um concerto especial, na Sala São Paulo, pela memória do jornalista Vladimir Herzog, detido ilegalmente, torturado e assassinado em 25 de Outubro de 1975, por agentes da ditadura, no DOI-CODI de São Paulo e também para celebrar os 30 anos de democracia plena que o Brasil tem vivido, o bem maior, que deve ser defendido a todo custo.

Participarão do concerto os convidados especiais Robert Levin, um dos principais músicos da atualidade e professor de Humanidades na Universidade de Harvard, que atua como solista nas principais orquestras do planeta; e sua esposa Ya-Fei Chuang Levin, uma das mais destacadas jovens pianistas americanas, cujas interpretações têm sido aclamadas pela crítica dos Estados Unidos, tendo participado de inúmeros festivais pelo mundo.

O concerto terá o seguinte programa:

Hino Nacional Brasileiro, cantado por crianças da Fundação Cafú e da Bachiana Filarmônica SESI-SP, regida por João Carlos Martins.

Concerto nº1  de Mendelssohn para piano e orquestra
Solista: Robert Levin
Regente: João Carlos Martins

Concerto nº1 de Liszt
Solista: Ya-Fei Chuang Levin
Regente: Robert Levin

2º  Movimento do Concerto Imperador de Beethoven
Solista: João Carlos Martins
Regente: Robert Levin

Libertango de Astor Piazzolla
Solista: João Carlos Martins

A lista de Schindler de John Williams
Solista: Guido Santana, violinista com 10 anos de idade
Regente: João Carlos Martins

Bis: Trem das onze, de Adoniran Barbosa, com participação do público

Devido a transmissão internacional, a programação terá início, impreterivelmente, às 21h. Os ingressos estão à venda na bilheteria da Sala São Paulo ou no site da Ingresso Rápido. Para mais informações, visite: http://goo.gl/rShOkv

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email