14/01/2022

Nossa solidariedade ao jornalista Leandro Demori

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

O Instituto Vladimir Herzog vem a público para repudiar o ataque sofrido pelo jornalista Leandro Demori, editor-executivo do site The Intercept Brasil.

Demori foi covardemente perseguido e ameaçado durante as férias, enquanto passeava com a esposa e o filho em Balneário Camboriú (SC) no último domingo, 9 de janeiro. “O meliante, um clássico ‘cidadão de bem’, achou por bem perseguir e intimidar um pai e uma mãe que passeavam distraídos com uma criança de 3 anos em um carrinho de bebê. Estamos bem, depois do susto”, postou o jornalista em seu perfil no Twitter.

Trata-se de mais um triste e inaceitável episódio deste momento do Brasil, em que o país se tornou um dos lugares mais hostis de todo o continente para o exercício da atividade jornalística. 

O ataque a Demori é, na verdade, uma tentativa de silenciar e intimidar um profissional de um veículo de imprensa cada vez mais fundamental para a sociedade brasileira. Mais do que isso, trata-se de uma evidente e gravíssima violação à Constituição e ao Estado democrático de Direito, que infelizmente se tornaram comuns nos últimos anos.

O Instituto Vladimir Herzog presta solidariedade a Leandro Demori e se coloca à disposição para contribuir com a defesa do jornalista e desenvolver novas iniciativas e acionar todas as vias legais para responder aos complexos e perigosos desafios que atravessamos. Exigimos que o episódio seja investigado de forma célere e que o responsável seja devidamente identificado.

Somente assim é que seremos capazes de interromper a escalada de violações à liberdade de expressão e de ataques a jornalistas e comunicadores em todo o país.

Leiam também

REPUDIAMOS A VIOLÊNCIA BOLSONARISTA CONTRA JORNALISTAS NA BAHIA

REDE NACIONAL DE PROTEÇÃO DE JORNALISTAS E COMUNICADORES É LANÇADA

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Skip to content