DOE AGORA

Territórios da Memória realiza quinto encontro territorial no Ponto de Economia Solidária do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo

Territórios da Memória realiza quinto encontro territorial no Ponto de Economia Solidária do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo


No próximo sábado, dia 21/09, o Instituto Vladimir Herzog realiza o quinto encontro do projeto Territórios da Memória, desta vez no Ponto De Economia Solidária e Cultura Do Butantã, importante espaço de construção das lutas territoriais que criam outras relações entre alimentos, pessoas e a economia. O projeto tem realizado, durante os dois últimos meses, ações formativas e culturais para valorizar pessoas, histórias e lugares de memória nas periferias de São Paulo.

O quinto encontro do Territórios da Memória tem como proposta rodas de conversa, oficinas, debates, exposições e sarau – e será uma ocasião para conhecer outras formas de lutas, brotando caminhos de resistência para as memórias da região do Butantã. É isso que propõe o projeto: fortalecer o conhecimento e a memória de territórios de São Paulo, principalmente territórios periféricos pouco escutados ainda pelas narrativas tradicionais. Para isso, ocorrerá um dia de muitas atividades na Zona Oeste da cidade, promovendo encontros, mobilizando histórias e produzindo deslocamentos nas memórias de São Paulo. Confira a programação:

PROGRAMAÇÃO
> 9h30 – 10h30
Roda de Conversa “Por direitos humanos para todas as pessoas”, com integrantes do Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (CAAF) e Lucas Paolo Vilalta (Instituto Vladimir Herzog).

> 10h30 – 12h30
Painéis “Movimentos de resistência à violação de direitos no Butantã”, com temas:

1. Genocídio, com representante da Rede de Proteção e Resistência ao Genocídio;
2. Militância política, com Michel Labaki, militante do PT e  participante do [email protected] & [email protected] SP – DH, Memória, Verdade  e Justiça;
3. Saúde mental, com Risonete Fernandes, participante dos grupos gestores do CAPS Butantã e Ponto Butantã de Economia Solidária;
4. Criança e Adolescente, com representante do FOCA-Bt – Fórum Criança e Adolescente do Butantã.

Mediação: Tâmara Pacheco, da Rede de Proteção e Resistência ao Genocídio e Rede Quilombação.

> 13h30 – 14h30
Oficina sobre Memórias – Lugares, Lutos e Lutas, com Luiz Galeão, professor da Psicologia Social da USP

> 14h30 – 17h
Caminhada artística-cultural
Cadê? – Intervenção artística de Cássia Aranha
Sarau militante (microfone aberto à população), com Ramiro e Júlio Militante da Rede de Proteção e Resistência ao Genocídio

Durante o dia estará ocorrendo também a Exposição Cartografia Social Interdisciplinar – Projeto do Programa Aprender com a Comunidade (Pró-Reitoria de Graduação da USP) e Ponto Butantã de Economia Solidária.

LOCAL
Ponto de Economia Solidária do Butantã – Av. Corifeu de Azevedo Marques, 250 – Butantã.