24/06/2021

Conheça as fotos e documentos inéditos do Acervo Vladimir Herzog

Compartilhar:

Como parte da Campanha Duas vidas, uma só luta! que celebra os 84 anos de nascimento de Vladimir Herzog e o aniversário de 80 anos de Clarice Herzog, o Acervo Vladimir Herzog torna público 185 fotografias e 6 documentos de registro civil, totalizando 191 novos itens.

Entre os documentos de relevância histórica sobre Vlado estão sua certidão de nascimento, emitida em Osijek, ex-Iugoslávia, sua certidão de casamento, um RG, e uma carteira de imprensa para a cobertura da vinda do presidente da França ao Brasil, em 1964.

O Vlado cineasta aparece nos registros feitos durante a filmagem de Azyllo Muito Louco, longa metragem de 1970 dirigido por Nelson Pereira dos Santos, em Paraty (RJ). Nelson e Vlado se conheceram por volta de 1962, durante um curso promovido pelo cineasta sueco Arne Sucksdorff no Rio de Janeiro.

Outro registro precioso é uma foto tirada em 1963, na escola de cinema de Santa Fé, na Argentina, em que Vlado está ao lado do cineasta argentino Fernando Birri e do cineasta brasileiro e amigo Maurice Capovilla, ex-conselheiro do Instituto Vladimir Herzog que nos deixou em maio deste ano. 

Há também fotos da família Herzog na Iugoslávia e na Itália, em seu exílio durante a Segunda Guerra. Entre os itens familiares há imagens de Clarice Herzog e de uma festa de aniversário de André Herzog na casa da família na Rua Oscar Freire.

Convidamos a todas e todos a acessarem o Acervo Vladimir Herzog.

Sobre o Acervo Vladimir Herzog

Lançado em 2019 pelo Instituto Vladimir Herzog com apoio do Itaú Cultural, o acervo tem o objetivo de contribuir com a preservação da memória de Vladimir Herzog e da história de nosso país, mirando o fortalecimento da democracia e dos direitos humanos.

Conheça as fotos e documentos inéditos do Acervo Vladimir Herzog
Carteira de Identificação do Vlado como jornalista em Brasília
Conheça as fotos e documentos inéditos do Acervo Vladimir Herzog
Registro de Vladimir Herzog do cinegrafista do filme "Azyllo muito louco" de Nelson Pereira dos Santos, lançado em 1970 e adaptado da obra "O Alienista" de Machado de Assis.
Conheça as fotos e documentos inéditos do Acervo Vladimir Herzog
Ivo Herzog bebê recebendo beijo de Clarice Herzog sobre os olhares de Vladimir Herzog

Compartilhar:

Skip to content