DOE AGORA

Usina de Valores realiza suas primeiras atividades de formação

Usina de Valores realiza suas primeiras atividades de formação

destaque_5

Encontros iniciais do novo projeto do IVH aconteceram em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

O projeto Usina de Valores, lançado pelo IVH para disseminar e disputar valores que promovam uma cultura de direitos humanos capaz de sensibilizar e engajar pessoas na construção de uma sociedade democrática, justa e não violenta, realizou suas primeiras atividades de formação.

Em São Paulo, no dia 14 de abril, no Centro de Direitos Humanos e Educação Popular do Campo Limpo, localizado na Zona Sul da cidade, aconteceu a primeira atividade do projeto. Os participantes buscaram responder à pergunta “Quais valores nos movem?” e as trocas de ideias produziram relatos pessoais e discussões sobre o momento social atual.

Além da construção e do compartilhamento de experiências, o grupo refletiu sobre a disseminação de valores pautados em direitos humanos. A jornalista Gisele Brito foi uma das convidadas e relacionou a disputa de valores à ideia de territorialidade no espaço urbano.

Já no dia 26 de abril, o Espaço Democrático de União, Convivência, Aprendizagem e Prevenção (EDUCAPO) recebeu o primeiro debate do projeto no Rio de Janeiro. A discussão “Cultura de direitos humanos vs. discursos de ódio” pautou o diálogo entre as dezenas de pessoas no evento.

A partir de um ambiente acolhedor e intimista, experiências pessoais e discussões estruturais deram o tom da conversa. Os participantes refletiram sobre questões religiosas e familiares, e como esses ambientes são norteadores dos valores sociais e das decisões políticas.

No dia 28 de abril foi a vez de Recife abrir suas atividades relacionadas ao Usina de Valores. Dezenas de pessoas, entre estudantes, integrantes de movimentos sociais e igrejas evangélicas refletiram sobre os valores que fundamentam nossos direitos.

As trocas de ideias e percepções entre os diversos grupos abriram um leque amplo de debates. Questões ligadas a gênero, desigualdades históricas, evangélicos e preconceitos, dignidade e engajamento no dia a dia deram o tom da primeira formação na capital pernambucana.

Para saber mais sobre o projeto Usina de Valores, inclusive as datas das próximas atividades, acesse: usinadevalores.org.br