28/11/2014

Diretora do Vlado Educação participa de mesa de discussão da Conferência Nacional de Educação de 2014

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

A CONAE 2014, que ocorreu de 19  a 23 de novembro, contou a com a presença de Ana Rosa Abreu, diretora do Vlado Educação. Em Brasília/DF, ela participou da mesa de discussão “O Ensino da Ditadura nas Escolas: Direito à Memória e à Verdade”.

No sábado, dia 22 de novembro, a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça organizou a Mesa de Interesse “O Ensino da Ditadura nas Escolas: Direito à Memória e à Verdade”, inserida na programação da Conferência Nacional de Educação 2014 (CONAE-2014).

A mesa foi coordenada pela SECADI-Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão e contou com a presença de Eliana Rocha (Consultora do PNUD-Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), Antônio Carlos Ramos (SECADI – Coordenação Geral de Educação de Jovens e Adultos), Maria Nazaré Zenaide (Universidade Federal da Paraíba), Eduardo Bittar (coordenador de Educação em Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo) e Ana Rosa Abreu (diretora do Vlado Educação – Instituto Vladimir Herzog).

conae

Foi discutida a pouca ênfase dada ao ensino do período da ditadura militar (1964-1985) nos currículos escolares e como esse tema deve ser abordado, para contribuir com a

preservação da memória e verdade em nosso país. Sob a ótica da Educação em Direitos Humanos e da educação em valores, foram abordadas também as metodologias para que os alunos sejam envolvidos na temática como protagonistas e possam assim estabelecer relações entre o passado e a compreensão dos reflexos da ditadura nos dias atuais.

Também contribuindo para o avanço das práticas em ensino de História, foi apresentado o projeto “Memórias da Ditadura”, um portal desenvolvido pelo Vlado Educação, Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e PNUD, que será lançado na semana de Direitos Humanos, no início de dezembro. A proposta é estabelecer um espaço na internet que seja uma referência completa, de conteúdos confiáveis e rica em recursos (textos, imagens, vídeos e áudios) sobre o período da ditadura militar no Brasil. O portal contará também com espaço de apoio e interação entre professores e alunos.

A direita na foto, Ana Rosa Abreu, Diretora de Projetos Educacionais do Vlado Educação. Area responsavel pelo ação de Educação em Direitos Humanos do Instituto Vladimir Herzog.
À direita na foto, Ana Rosa Abreu, Diretora de Projetos Educacionais do Vlado Educação. Area responsavel pelo ação de Educação em Direitos Humanos do Instituto Vladimir Herzog.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email