DOE AGORA

Jornalista de Embu das Artes, na Grande São Paulo, é vítima de disparos

Jornalista de Embu das Artes, na Grande São Paulo, é vítima de disparos

Após publicar charges em que critica a prefeitura local, Gabriel Binho, colaborador do portal de notícias “Verbo Online”, sofreu um atentado no último dia 28 de dezembro

O repórter e chargista Gabriel Binho, colaborador do “Verbo Online”, portal de notícias da região sudoeste da grande São Paulo, que tem feito trabalho exemplar na cobertura jornalística sobre a cobrança da taxa de lixo em Embu das Artes e sessões da Câmara Municipal com fotos, vídeos, entrevistas e charges, sofreu um atentado na madrugada do dia 28 de dezembro ao ser atingido por um carro, derrubado da moto e ser alvo de tiros na rodovia Régis Bittencourt. Binho sofreu fratura e foi submetido a cirurgia. Ele passa bem.

Após deixar o centro de Embu, onde tinha feito vídeo de artistas de rua, Binho seguia pela Régis a caminho de São Paulo, por volta das 2h da manhã,quando um carro do modelo Hyundai i30 prata se aproximou e tentou jogar o profissional de imprensa para fora da estrada. Binho acelerou, mas teve a moto atingida na lateral pelo veículo e caiu na pista, a poucos metros da entrada de acesso à Câmara, na altura do km 279 da BR-116. Com o impacto, a moto foi jogada para um barranco no acostamento.

Binho se levantou, mas o carro deu a volta pela via lateral à rodovia, a rua Marcelino Pinto Teixeira, e do interior do veículo partiram três tiros na direção dele. Ele se jogou em uma vala ao lado da pista para se proteger dos disparos e não foi atingido. Binho tentou sair o mais rápido possível do local, mas um tornozelo estava quebrado devido à queda e a moto não ligava. O criminoso fugiu em direção ao Jardim Magali. Funcionários da Eletropaulo apareceram e socorreram Binho.

Com a Polícia Militar Rodoviaria já no local, Binho, também com escoriações no joelho, cotovelo e mãos, foi levado pelo Corpo de Bombeiros ao Pronto-Socorro Central de Embu, de onde foi transferido para o Hospital Geral do Pirajuçara. No HGP, submetido a cirurgia no tornozelo no domingo (31), passou a virada do ano internado – o “Verbo Online” manteve contato com Binho desde o ato criminoso, mas, para segurança do profissional, não noticiou até que ele tivesse alta.

“Com toda certeza, foi um atentado”, afirmou Binho, 32, ao “Verbo Online”. Poucas horas após a tentativa de assassinato que sofreu, ele recebeu uma mensagem com ameaças. “Samuel Salve Geral: us proximu tiro vai se no meio da cara pra aprende a para de ser faladô recado tá dado o outro q vai ser arrepiado e o otavio silva sem massagem Agora mesmo” (sic), diz o texto, ao se referir também a Otávio Silva, liderança do PDT. Binho fez um Boletim de Ocorrência na delegacia de Embu, mas, por conta da investigação, o delegado informou que o B.O. estava sob sigilo.

Na última sexta-feira, 5 de janeiro de 2018, o Instituto Vladimir Herzog recebeu em sua sede Gabriel Binho e outros profissionais do portal “Verbo Online”. Junto com a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Artigo 19 e Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo estamos denunciado o episódio junto a diversos veículos de imprensa e iremos acompanhar toda a investigação. O Ministério Público também se comprometeu a acompanhar a investigação.

Por meio de nota, o Instituto Vladimir Herzog manifestou sua posição de que acredita ser imprescindível que a polícia paulista investigue o caso. Para nós, é fundamental que seja esclarecido o motivo da agressão e que os autores sejam identificados. A impunidade num crime contra um comunicador serve de estímulo para que violações à liberdade de expressão e imprensa se perpetuem.