Concerto na Sala São Paulo homenageia a memória de Vlado

Concerto na Sala São Paulo homenageia a memória de Vlado

Regida pelo maestro João Carlos Martins, apresentação contou ainda com a participação da atriz Fernando Montenegro, que interpretou um texto sobre democracia e liberdade de expressão

A Sala São Paulo foi palco de uma bela homenagem ao jornalista Vladimir Herzog – quarenta anos após oito mil pessoas ocuparem a Catedral de São Paulo, na Praça da Sé, para bradarem sua indignação pelo assassinato de Vlado.

Em um concerto regido pelo maestro João Carlos Martins, os músicos da Bachiana Filarmônica Sesi-SP interpretaram números como “A lista de Schindler”, de John Williams, “Libertango”, de Astor Piazzolla, entre outros. O espetáculo também contou com a participação de importantes nomes da música clássica, como o pianista e maestro Robert Levin, a pianista Ya-Fei Chuang Levin e o violonista de apenas 10 anos de idade Guido Santana.

Quem também participou da homenagem à memória de Vladimir Herzog foi a atriz Fernanda Montenegro, que interpretou um texto escrito pela jornalista Miriam Leitão, que trata da liberdade de expressão e da volta da democracia.

A homenagem foi prestigiada por nomes importantes da política nacional, como os senadores Marta Suplicy e José Serra, o ministro da cultura Juca Ferreira, o secretário de cultura do Estado de São Paulo Marcelo Araújo, o secretário de direitos humanos e cidadania da Prefeitura de São Paulo Eduardo Suplicy, entre outros.

O evento na Sala São Paulo fez parte de uma série de atividades que o Instituto Vladimir Herzog está promovendo para celebrar a memória de Vlado, quarenta anos após sua morte.

Compartilhe
Compartilhe este artigo: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Posts Relacionado

Deixe um Comentrio


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>