DOE AGORA

“Seminário Internacional Cultura da Violência Contra as Mulheres” reúne lideranças de várias partes do mundo

“Seminário Internacional Cultura da Violência Contra as Mulheres” reúne lideranças de várias partes do mundo

Evento que acontece em maio, em São Paulo, já tem confirmadas as presenças de Lori Heise (foto), Heloísa Buarque de Almeida, Flávia Piovesan e Ana Flavia D’Oliveira

O Instituto Vladimir Herzog, em parceria com o Instituto Patrícia Galvão, a Secretaria de Políticas para as Mulheres do governo do Brasil, a ONU Mulheres e a Fundação Ford, realizará o  Seminário Internacional Cultura da Violência Contra as Mulheres, em 20 e 21 de maio, no SESC Pinheiros, em São Paulo.

Com o objetivo de definir ações a serem compartilhadas por governos, instituições, lideranças, pesquisadores e cidadãos, o evento promoverá palestras e debates, organizados a partir de quatro painéis, e contará com a presença de convidados ilustres de diversos países.

Para o primeiro painel, que terá como tema “As Perspectivas Propositivas para uma Cultura de Não Violência Contra as Mulheres”, estão confirmadas as presenças de Lori Heise, diretora-executiva da Strive Research Consortium; Heloísa Buarque de Almeida, doutora em Ciências Sociais e coordenadora do programa USP Diversidade; Flávia Piovesan, que integrou a UN High Level Task Force da ONU e é professora da PUC-SP; e Ana Flavia D’Oliveira, doutora em Medicina Preventiva e professora da USP.

O segundo painel irá abordar “A Juventude e a Cultura da Violência contra as Mulheres” e contará com a participação de três convidados importantes: Maria Luiza Heilborne, historiadora e integrante do Grupo de Trabalho Gênero e Saúde (ABRASCO); Matthew Gutmann, professor de Antropologia e Diretor de Estudos sobre América Latina e Caribe na Brown University; além de Marai Larasi, presidente da End Violence Against Women Coalition e diretora do Imkaan.

“O Papel da Mídia na Desconstrução da Cultura de Violência Contra as Mulheres” também será analisado em um terceiro painel com a participação dos seguintes especialistas: Guilherme Canela, assessor de comunicação e informação da UNESCO para o Mercosul e Chile; Beatriz Accioly, antropóloga e pesquisadora da USP; e Jacira Mello, fundadora e diretora-executiva do Instituto Patrícia Galvão.

Para completar o encontro, o quarto painel destacará “As Boas Práticas no Enfrentamento à Cultura da Violência Contra as Mulheres” e contará com a presença de Tracy Robinson, presidente da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH); Ela Wiecko, Subprocuradora-geral da República; e Jacqueline Pitanguy, socióloga fundadora e coordenadora executiva da ONG Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação (CEPIA).

Informações sobre as inscrições serão divulgadas a partir de abril.