DOE AGORA

MPF quer perda de cargos de delegados por tortura na ditadura

MPF quer perda de cargos de delegados por tortura na ditadura

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou nesta segunda-feira, em São Paulo, com ação civil pública pedindo o afastamento imediato, a perda dos cargos e aposentadorias de três delegados da Polícia Civil paulista que teriam participado diretamente de atos de tortura, abuso sexual, desaparecimento forçados e homicídios, em serviço e nas dependências de órgãos da União, durante o regime militar (1964 – 1985).
A ação pede a responsabilização pessoal de Aparecido Laertes Calandra, David dos Santos Araujo e Dirceu Gravina, os dois primeiros aposentados e o terceiro ainda na ativa.
Calandra, sob o codinome de Capitão Ubirajara, é acusado pelo MPF de ter torturado várias pessoas, além de participar da montagem da versão de que o jornalista Vladimir Herzog teria cometido suicídio na cadeia. Leia mais aqui:

http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4650745-EI306,00-MPF+apresenta+acao+contra+torturadores+do+DoiCodi.html