DOE AGORA

Diretor da SDH da Presidência visita o IVH

Diretor da SDH da Presidência visita o IVH

O diretor do Departamento de Promoção dos Direitos Humanos da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Marco Antônio Juliatto, esteve com sua equipe no Instituto Vladimir Herzog em reunião com Ivo Herzog e a equipe de coordenação do Portal Memórias da Ditadura: Ana Rosa Abreu, diretora do Vlado Educação; André Deak coordenador da área de Tecnologia; Paula Sachetta, coordenadora de Conteúdo; e Marcos Napolitano, coordenador da área de História.

Nesse encontro foram discutidos os detalhes da tecnologia que vai colocar no ar o Portal, assim como o evento de lançamento do Portal “Memórias da Ditadura”, em Brasília, previsto para próximo mês de Outubro.

 

 

 

 

O Portal – Memórias da Ditadura

 

Está na reta final de produção o projeto do Portal Memórias da Ditadura que o Vlado Educação está desenvolvendo com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e o PNUD-Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Os conteúdos estão praticamente prontos e em fase de edição, trabalho que implica um tratamento de estilo para padronizar os textos produzidos por dez consultores especialistas , revisão dos links e das imagens. E também a produção de três minidocumentários que fazem uma narrativa do período.

O conjunto de conteúdos e o layout do portal irão não só refletir a violência, o arbítrio e os crimes cometidos pela ditadura contra os Direitos Humanos, mas também mostrar a participação, na resistência, de jovens, artistas, mulheres, jornalistas, intelectuais, trabalhadores do campo e da cidade, religiosos, entre outros setores e grupos sociais. Tem destaque a área de Arte e Cultura, mostrando a grande ebulição cultural de protesto, criativa e inovadora, nas artes visuais, teatro, literatura, cinema, rádio, tv e na música.

O portal constitui mais uma contribuição do IVH e seus parceiros para a preservação da memória e da identidade do nosso país, pois acreditamos que é essencial conhecer o passado para entender o presente e construir o futuro: um Brasil verdadeiramente democrático, que faça prevalecer sempre o respeito aos direitos da cidadania e aos Direitos Humanos de seu povo.