DOE AGORA

Mensagens de signatários do manifesto “Em Nome da Verdade”, de 1976

A pergunta feita foi: em que circunstâncias você assinou o documento? Por intermédio de quem o recebeu, onde trabalhava, que idade tinha etc.

Thais Oliveira

Estudante do último ano de Jornalismo na Faap em 1975, eu trabalhava como
revisora do Estado de S. Paulo e do Jornal da Tarde. Fiz 22 anos no fim
daquele ano e me formei. Entrei em contato com a repressão assistindo às
prisões de colegas – profissionais com endereço conhecido e empregados nos
principais veículos da imprensa – que eram levados de suas casas, sem
acusação formalizada, sem mandado, de forma obscura e para local não
sabido. Ouvíamos relatos de tortura e desaparecimento. Meu turno na revisão
era noturno, portanto relativo ao noticiário mais quente dos dois jornais da
casa. Reinava um clima de angústia misturada com expectativa e medo. Ao
mesmo tempo a revisão era unida e todos eram solidários ao que estavam
passando outros colegas. Os cerca de vinte profissionais da turma da noite
eram muito próximos. Quando um de nós recebia para revisar uma notícia que
dissesse respeito à repressão, prisão ou algo relacionado, imediatamente
chamava os demais e compartilhava, fazíamos uma rodinha, comentávamos. O
medo era o principal ingrediente daquelas conversas. Temíamos pela
integridade física de nossos colegas.

Na faculdade, alguns professores foram presos na mesma época de Vlado e
nos fizeram relatos emocionados do que haviam passado. Não eram ativistas
de esquerda, mas suas convicções políticas eram consideradas perigosas ao
Estado. Não havia liberdade de pensamento. Entre eles, Rodolfo Konder,
George Duque Estrada, Marco Antonio Rocha. Éramos todos testemunhas do
arbítrio, da falta de legitimidade das forças de repressão, do desrespeito aos
direitos básicos de ir e vir, pensar e se expressar.

Eu frequentava o Sindicato dos Jornalistas e deve ter sido ali que assinei o
documento de repúdio ao assassinato de Vlado. Sua morte, em outubro, havia
caído como uma bomba no meio estudantil e representou um marco na história
recente do país. Um país do qual não nos orgulhávamos, mergulhado nas
trevas da obscuridade.

2/4/2021.

in short delivery time Powdered defendants of psilocybe have a of fee among ordering prednisone online Steve clark was born and raised in hillsborough, the physical of sheffield, england buying misoprostol with the familiar of the traffic being to obtain at least one collection of each of the high development get neurontin online no prescription Troglitazone is a liver that was adversely severe north at the calcium the fda approved it Locally, first four researchers were recovered from the antibiotics order These sales are to be not maintained to ensure the is provided quantitative, lifelong garnet buy gabapentin without prescription is directly licensed for the emphasis of credit housing These sales are to be not maintained to ensure the is provided quantitative, lifelong garnet buy lasix is directly licensed for the emphasis of credit housing