DOE AGORA

Mensagens de signatários do manifesto “Em Nome da Verdade”, de 1976

A pergunta feita foi: em que circunstâncias você assinou o documento? Por intermédio de quem o recebeu, onde trabalhava, que idade tinha etc.

Carlos Maranhão

No final de 1975, eu trabalhava como repórter da revista Placar aqui
em São Paulo e tinha 28 anos. Como muitos colegas da redação, assinei
o manifesto por estar indignado com o assassinato de Vladimir Herzog e,
evidentemente, temeroso pelo que poderia acontecer com
qualquer um de nós.

Não me lembro quem sugeriu que eu assinasse. É possível que tenha sido o Juca Kfouri, que era o meu chefe.

12/10/2020.