DOE AGORA

Vlado Educação




bannervladoeduca

Você sabe o que é educação em direitos humanos?

“A Educação em Direitos Humanos vai além de uma aprendizagem cognitiva, incluindo o desenvolvimento social e emocional de quem se desenvolve no processo de ensino-aprendizagem.”
Programa Mundial de Educação em DH, PMDE, ONU, 2006

mãosOs Direitos Humanos são uma conquista da humanidade e, ao mesmo tempo, um objetivo a alcançar. A luta pela garantia de sua implementação perpassa todas as questões sociais que evidenciam todo tipo de preconceito, violência e humilhação que a sociedade produz. Esse esforço é dever de todos e a Educação, como possibilidade de transformações, é de importância vital porque pode promover, na formação dos corações e mentes das novas gerações, o compromisso com os princípios que sustentam os Direitos Humanos.

A Educação em Direitos Humanos trata do ensino de valores, que são necessariamente aprendidos nas experiências de vida, nas relações que ocorrem em todas as instituições e espaços sociais: na família, nos grupos religiosos, por meio daquilo que é valorizado pela mídia etc.  Entre todos esses contextos, a escola é, por sua função social educativa específica, um instrumento poderoso. Por meio dela, a Educação em Direitos Humanos pode ser sistematicamente planejada e transmitida durante todo o período mais importante de formação das pessoas, que vai da infância à juventude. É, portanto, uma inalienável tarefa dos educadores.


Quem somos

logo_vladoeducacaoUma das frentes do Instituto Vladimir Herzog, o Vlado Educação atua na área educacional para promover a cultura dos Direitos Humanos. Desde o seu surgimento, em 2012, elaborou diversos projetos, divulgou e oficializou parcerias importantes para a sua execução e implementação.

A grande receptividade de nossos projetos por parte da comunidade educacional e das instituições educativas – tanto públicas como privadas, só vem reforçar a nossa convicção da demanda de ações nas áreas de atuação do Vlado Educação. São nossos objetivos gerais:

icone_edubasPara a educação básica
– incentivar, propor, disseminar orientações para as escolas promoverem a Educação em Direitos Humanos, envolvendo todos os atores da comunidade escolar;
– disponibilizar informações e promover oportunidades para que os alunos conheçam, de forma significativa, a História recente do Brasil e do mundo, nas dimensões social, política e cultural, tendo como eixo a luta pelos Direitos Humanos;
– incentivar os alunos a buscarem, com visão crítica, informações sobre temas sociais, a aprenderem a discuti-los e a tomarem posições de forma autônoma.

icone_edusupPara o ensino superior
– contribuir para a formação de futuros jornalistas incentivando, divulgando e promovendo espaços de troca e reflexões ligadas a essa atividade profissional;
– incentivar a discussão dos Direitos Humanos na atuação do jornalista.

Os temas eleitos para o Vlado Educação decorrem naturalmente da pessoa que foi Vladimir Herzog, do protagonista importante que ele se tornou na História de nosso País e dos valores que representa: os Direitos Humanos, o resgate da História recente do Brasil e a importância do Jornalismo. Todas as ações projetadas abordam de forma integrada estes grandes temas, embora com enfoques específicos para cada um dos públicos visados.

 

Ações

Respeitar é Preciso!
logo_respeitarVisando promover a formação de professores em Educação de Direitos Humanos, o projeto é uma parceria do IVH com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e com a Secretaria de Educação – ambas da Prefeitura da cidade de São Paulo.

Em seu primeiro ano, o programa se concentrou em atividades com educadores e educandos para o desenvolvimento de materiais que foram entregues às escolas municipais paulistanas no início do ano letivo de 2015. São cinco cadernos – resultado de visitas, reuniões, palestras, cursos e de um trabalho direto nas escolas feito pelos educadores do Vlado Educação. A versão digital dos materiais didáticos do “Respeitar é Preciso!” pode ser baixada aqui na íntegra.

Em todos os cadernos há sugestões de atividades e reflexões para serem feitas a fim de intervir no cotidiano dos alunos. O projeto também prevê, conforme os trabalhos forem se desenvolvendo, além da participação dos professores e funcionários das escolas, a incorporação dos alunos e seus familiares, além das comunidades do entorno das escolas.

A partir de 2015, as ações do “Respeitar é Preciso!” irão se concentrar na atuação direta nas escolas. Os educadores que compõem a equipe do Vlado Educação irão até os professores, funcionários, pais e alunos para dar início às atividades. A intenção é que o material se reproduza e o projeto possa ser ampliado para abranger outras escolas da rede pública municipal.

Livro de Orientações Gerais

Livro de Orientações Gerais

 

 

 

 

 

 

 

 

Democracia na Escola

Democracia na Escola

 

 

 

 

 

 

 

 

Igualdade e Discriminação

Diversidade e Discriminação

 

 

 

 

 

 

 

 

Respeito e Humilhação

Respeito e Humilhação

 

 

 

 

 

 

 

 

Sujeitos de Direito

Sujeitos de Direito

 

Portal 'Memórias da Ditadura'

O projeto do portal Memórias da Ditadura é uma realização do Vlado Educação que responde à demanda da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República de criação de um portal com o objetivo de divulgar a História do Brasil no período de 1964 à 1985 junto ao grande público, em especial à população jovem.

vlado_criancaA  construção de um portal para difundir em larga escala conteúdos sobre esse período é um compromisso para com as novas gerações, reunindo informações de relevância para uma aproximação inicial, porém abrangente e consistente, a partir de conteúdos apresentados em várias mídias, que possam comunicar a complexidade e a intensidade dos fatos ocorridos durante a ditadura militar no Brasil do ponto de vista político, social e cultural, na perspectiva dos direitos humanos e da memória e verdade.

Embora exista muito material sobre a ditadura militar que marcou o Brasil durante 21 anos, é importante um portal de referência, que reúna conteúdos relevantes e que organize o que já existe em diferentes mídias, com o objetivo de comunicar os acontecimentos do período da forma mais completa possível, numa linguagem acessível a quem não os conhece.

A proposta é que o portal Memórias da Ditadura ofereça conteúdos interativos, multimídia, estabelecendo sempre relações com os dias de hoje e que possam ser acessados em qualquer computador, tablet ou celular, cada vez mais comuns entre os jovens de todas as camadas sociais. É um site também preocupado com acessibilidade e foi construído de acordo com todas as normas internacionais da W3C.

Os Cartazes Desta História (Apoio ao Educador)
ivh_encarte_capa_004.inddPublicação que acompanha o livro de mesmo nome, publicado pela Vlado Editora, para orientar educadores no trabalho pedagógico em História do Brasil e Arte, analisando e produzindo cartazes com o tema dos Direitos Humanos. Já está sendo utilizado em várias escolas públicas e privadas, entre as quais vale ressaltar a adesão das escolas de Ensino Médio na Regional Centro-Sul da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo. Esse projeto inclui não apenas a distribuição para as escolas de livros “Os Cartazes desta História” e o encarte para apoio ao educador, mas também oficinas de formação para os educadores.

“Os cartazes desta história” é um livro que reúne manifestações políticas da América Latina em prol dos Direitos Humanos. A obra é parte do projeto “Resistir é Preciso…”, que resgata a memória da resistência contra a ditadura. A obra é divida em seis capítulos: Resistências, Anistia, Movimentos, Mulheres, Trabalhadores e Estudantes, Solidariedade e Mortos e Desaparecidos.

[

Curso 'A História Política do Brasil'
Fruto de uma parceria do Instituto Vladimir Herzog com a Pontua, empresa de RH, consultoria e treinamento profissional, o curso “A História Política do Brasil” foi ministrado, ao longo do ano de 2014, para três turmas de diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo (SINDPD), em três datas diferentes: maio, em Itu; agosto e setembro, em Atibaia.

O curso teve como propósito proporcionar uma imersão na História recente do Brasil, abrangendo os principais fatos históricos, personagens, atores, indicadores sociais e econômicos, papel dos sindicatos, legislação, produção cultural, entre outros aspectos que tiveram relevância e marcaram a vida do país nos últimos cinquenta anos.

Escolas Vladimir Herzog
Consiste no acompanhamento das duas escolas públicas Vladimir Herzog – uma estadual, em São Bernardo do Campo, e outra municipal, na Cidade Tiradentes, em São Paulo – apoiando o desenvolvimento de ações que estejam relacionadas aos temas do Instituto Vladimir Herzog.

Em 2013, o IVH passou à acompanhar de perto as duas escolas que levam o nome de Vladimir Herzog como homenageado. Um evento realizado na EMEF Vladimir Herzog marcou sua reinauguração, a escola foi rebatizada com o nome de Vladimir Herzog mas dessa vez com a letra “V” no lugar do “W”, deixando sua grafia correta

Ciclo 'Memória e Verdade'
Desenvolvido pelo IVH em parceria com a Fundação Carlos Chagas, o ciclo foi realizado no Centro de Convivência Educativa e Cultural de Higienópolis, na zona sul de São Paulo, envolvendo educadores da região.

O Ciclo teve início com a projeção do filme “Vlado, 30 anos”, e ainda contou com uma rodada de palestras com personalidades que vivenciaram o período da ditadura no Brasil. Os participantes receberam o livro “As Capas desta História”, que traz à tona fatos e reflexões sobre o regime militar instaurado no País.

Jornalismo na Escola
Projeto interdisciplinar a ser desenvolvido nas escolas da Educação Básica, no qual, no primeiro ano de implementação, os alunos atuam como jornalistas produzindo matérias para o jornal da escola, seja impresso ou virtual, programas de rádio e TV. Esse projeto está sendo discutido com algumas instituições para sua implementação.

 

Nossos parceiros

Seja nosso parceiro