DOE AGORA

Trajetória de Vlado é recontada pelo jornalista Paulo Markun

Trajetória de Vlado é recontada pelo jornalista Paulo Markun

40 anos após a morte de Vladimir Herzog, livro “Meu Querido Vlado – A História de Vladimir Herzog e do Sonho de uma Geração” é relançado pela Editora Objetiva

Publicado originalmente em 2005, para relembrar os 30 anos da morte de Vladimir Herzog, o livro “Meu Querido Vlado – A História de Vladimir Herzog e do Sonho de uma Geração” será relançado, dez anos depois, para marcar os 40 anos da morte do jornalista assassinado em 1975 nas dependências do DOI-CODI.

Escrito pelo também jornalista Paulo Markun, “Meu Querido Vlado” é o relato pessoal de quem sobreviveu aos porões da ditadura e também um minucioso trabalho de pesquisa e apuração de documentos do Dops (Departamento de Ordem Política e Social).

Com mais de quinze livros no currículo, entre eles uma reunião de relatos também sobre a morte de Herzog, Markun reforça em seu livro a necessidade de se tocar em assuntos como tortura e repressão, até por considerar esse o primeiro caminho para que tais violências não aconteçam novamente.

Jornalista desde os anos 1970, o paulista Paulo Markun conheceu o iugoslavo naturalizado brasileiro Vlado Herzog na TV Cultura. Na época, Vlado era o diretor de jornalismo da emissora. Apesar da diferença de idade – Vlado, 38 anos, e Markun, 23 – tornaram-se companheiros também fora das redações.

Ambos tinham ligações com o Partido Comunista Brasileiro, o que era proibido pela ditadura, e logo foram presos e convocados a depor pelos agentes do DOI-CODI. Markun, que também chegou a ser torturado, foi uma semana antes; Vlado, em 24 de outubro de 1975. No dia seguinte estava morto.

Tomando por base sua própria história desde a militância estudantil até a prisão, em “Meu Querido Vlado”, Markun reconstrói a trajetória pessoal e profissional de Vladimir Herzog. O relançamento do livro  se soma a uma série de atividades que o Instituto Vladimir Herzog irá promover para relembrar os 40 anos dessa data tão importante na História do país.

Serviço
Meu querido Vlado – A história de Vladimir Herzog e do sonho de uma geração
Autor: Paulo Markun
Editora: Objetiva
Data de lançamento:  20 de outubro
Horário: 18h30
Local: Teatro Tuca – R. Monte Alegre, 1024 – Perdizes, São Paulo – SP, 05014-001