DOE AGORA

carlos alberto brilhante ustra

17 de outubro de 2018

Nota do IVH: A justiça que não nos surpreende

O Instituto Vladimir Herzog manifesta seu estarrecimento com a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, que extinguiu a condenação de Carlos Alberto Brilhante Ustra pela tortura e assassinato de Luiz Eduardo Merlino.