DOE AGORA

Sai a lista completa com os vencedores do o 32o. Prêmio Vladimir Herzog

Sai a lista completa com os vencedores do o 32o. Prêmio Vladimir Herzog

Uma das premiações jornalística mais longevas do País, o Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos está em sua 32a. edição. Este ano, a comissão julgadora recebeu mais de 300 trabalhos vindos de todas as regiões brasileiras para serem avaliados. No total são 10 categorias – rádio, jornal, TV reportagem, TV documentário, TV imagem, fotografia, arte, revista, rádio e internet – todos com reportagens relacionadas aos direitos humanos.

Desde 2009, o Prêmio Vladimir Herzog elege também um tema que aborda a violação dos chamados direitos humanos intangíveis: questões que mesmo indiretamente vão na direção contrária da garantia de preservação dos Direitos Humanos. Este ano a comissão escolheu o tema “Saúde como direito do cidadão”. Foram aceitas reportagens de qualquer mídia que mostraram a questão da baixa qualidade dos serviços de assistência à saúde, odesrespeito às leis relacionadas ao direito dos cidadãos, entre outros. Para 2011, a comissão organizadora já escolheu o novo tema: “Coleta e tratamento de esgoto: um direito violado”.

Instituído em 1979, o Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos é organizado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, Comitê Brasileiro de Anistia, Comissão de Direitos Humanos da OAB, Comissão de Justiça e Paz da Cúria Metropolitana/SP, Associação Brasileira de Imprensa, Federação Nacional dos Jornalistas e Instituto Vladimir Herzog.

Veja a seguir a lista completa com os premiados e menções honrosas de cada categoria:

Categoria Fotografia

Vencedor = Tortura em domicílio, de Guto Kuerten, Diário Catarinense
Menção Honrosa = De frente para o crime, de Weimer Carvalho, Jornal O Popular de Goiás
Menção Honrosa = Morta ao sair da delegacia, de Ney Douglas Marques, Empresa Novo Jornal – Rio Grande do Norte/RN
Jurados: Elvira Alegre, Amâncio Chiodi e Kiko Farkas

Categoria Rádio

Vencedor = Infância perdida, de Fabiana Maranhão, Sofia Costa Rego, Vanessa Beltrão e Vanessa Cortez, Rádio Jornal (PE)
Menção Honrosa = Desaparecidos… feridas que não cicatrizam, de Letícia Cardoso e Rodrigo Lira, Rádio CBN Vitória (ES)
Menção Honrosa = Poder que abusa, Carlos Morais, Fábio de Figueiredo Mendes, e Glynner Freire Brandão Costa, Rádio Jornal Recife AM 780 (Sistema Jornal de Comércio)
Jurados: Benê Rodrigues, Benê Correia e Oswaldo Luiz Colibri Vitta

Categoria Jornal

Vencedor = Crimes de maio, de Renato Santana, Jornal a Tribuna (Santos-SP)
Menção Honrosa = Diários da liberdade, de Paula Sarapu, Jornal o Dia (Rio de Janeiro)
Menção Honrosa = Inquisição – no rastro dos amaldiçoados, de Demitri Túlio, Luis Henrique Campos, Cláudio Ribeiro, Ana Mary C. Cavalcante e Fátima Sudário, Jornal O Povo (Fortaleza-CE)
Jurados: Sinval Itacarambi, Paulo Salvador e Rose Nogueira

Categoria livro

Vencedor = O Cardeal e o repórter – histórias que fazem História, de Ricardo Carvalho, Editora Global
Menção Honrosa = Não foi por acaso – A história dos trabalhadores que construíram a Usiminas e morreram no massacre de Ipatinga, de Marcelo Freitas, Comunicação de Fato Editora
Jurados: Professor Mario Sergio de Moraes, Maurice Politi e Mouzart Benedito

Categoria Internet

Vencedor = O Verbo se fez vida, de Inês Calado, JC Online
Menção Honrosa = Filhos do tremor – Crianças e seus direitos em um Haiti devastado, de Marcelo Bauer (webdocumentátio)
Menção Honrosa = Infância perdida, de Fabiana Maranhão, Sofia Costa Rego, Vanessa Beltrão e Vanessa Cortez, JC Online
Jurados: Gilberto Nascimento, Rodrigo Savazoni e Dácio Nitrini

Categoria Arte

Vencedor = Crime e Castigo, de Fernando de Castro Lopes, Correio Braziliense
Menção Honrosa = Fidel solta um passarinho, de SAMUCA – Samuel Rubens de Andrade, Diário de Pernambuco
Jurados: Professor Adolpho Queiroz, Marly Bolina e Elifas Andreato

Categoria TV/Reportagem

Vencedor = Infância roubada, Fabiana Maranhão, Sofia Costa Rego, Vanessa Beltrão e Vanessa Cortez, TV Jornal do Comércio (SBT)
Menção Honrosa = Combate à tortura – CDHM (parte 1 e 2), Hanna Costa, Adson Sousa Palma, Fábio Henrique Pedrosa, Luciana César Cordeiro Couto e Sebastião Vicente TV Câmara
Menção Honrosa = Presídios – sobrevivendo no inferno, Thatiana Brasil, Célio Galvão e equipe, Rede de Televisão Record
Jurados: Dr. Belisario dos Santos Jr. , Raul Varassin e José Vidal Pola Galé

Categoria TV Documentário

Vencedor = Raça Humana, de Dulce Queiroz e equipe, TV Câmara
Menção Honrosa = Paredes pintadas, de Pedro Santos e equipe, TV UFSC
Menção Honrosa = Pistolagem: tradição ou impunidade?, de Paulo Garritano, Gélson Domingos e Carlos Alexandrino, TV Brasil
Jurados: Evaldo Dell’Omo, Nelma Salomão e Antônio Carlos de Jesus

Categoria Imagem

Vencedor = Rebelião Fundação Casa, de Carlos Velardi, EPTV/Rede Globo (Campinas)
Menção Honrosa = Série Sertão Nordestino, de Kaká Trovo (Carlos Renato Trovó), TV Clube/Bandeirantes (Ribeirão Preto)
Jurados: Evaldo Dell’Omo, Nelma Salomão e Antônio Carlos de Jesus

Categoria Revista

Vencedor = Escravas da moda, de Maria Laura Neves, Revista Marie Claire
Menção Honrosa = Grupos de extermínio matam com a certeza da impunidade, de Tatiana Merlino, Revista Caros Amigos
Menção Honrosa = Terra sem lei, de Carlos Juliano Barros , Revista Rolling Stones
Jurados: Magda Oliveira, Ana Trigo e Rivaldo Chinen

Categoria Especial – Saúde como direito do cidadão

Vencedor = Hanseníase: a marca do estigma, de Solange Calmon e equipe, TV Senado (DF)
Menção Honrosa = Feirão do aborto, de Eduardo Faustini e equipe, Programa Fantástico – TV Globo
Menção Honrosa = Amor nos tempos da Aids, de Pâmela Oliveira, Jornal O Dia (RJ)
Jurados: Roseli Tardeli, Dr. Samir Salman e Reginaldo Dutra