DOE AGORA

“Respeitar é Preciso!” propõe que os direitos humanos orientem o cotidiano das escolas

“Respeitar é Preciso!” propõe que os direitos humanos orientem o cotidiano das escolas

Com o objetivo de construir uma cultura de educação em direitos humanos nas escolas da rede pública, o projeto “Respeitar é Preciso!” foi criado em 2014 pelo Instituto Vladimir Herzog em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo.

A primeira etapa do projeto consistiu na elaboração de materiais pela equipe do Vlado Educação para serem entregues às escolas no início do ano letivo de 2015. São cinco cadernos com orientações gerais para o desenvolvimento do trabalho e destaque para os seguintes temas: democracia na escola, igualdade e discriminação, respeito e humilhação; e sujeitos de direito.

Os próximos passos da iniciativa contam com a atuação direta da equipe do Vlado Educação nas escolas. Além de acompanhar mensalmente o processo de implementação do projeto, os educadores irão promover encontros para a formação em educação sobre direitos humanos. Pessoas selecionadas em cada escola, chamadas “mobilizadores”,  contribuirão para o sucesso da ação.

Entre as atividades propostas pelos cadernos estão a análise do material escolar oferecido para os alunos, a reflexão sobre experiências vivenciadas pela comunidade escolar, a discussão sobre questões ressaltadas na mídia, além da introdução de práticas de solidariedade.

Inicialmente o projeto será aplicado em 20 escolas municipais paulistanas de educação infantil e ensino fundamental, mas a ideia é ampliar cada vez mais a ação e ter os diretos humanos como orientadores do dia-a-dia das escolas.

Segundo Neide Nogueira, coordenadora de projetos educacionais do Instituto Vladimir Herzog, a intenção é estabelecer uma relação de respeito mútuo nas escolas e adotar como base valores que dão suporte aos direitos humanos, como justiça, solidariedade e dignidade humana.

Rádio Brasil Atual
A Rádio Brasil Atual deu destaque à nova fase de implantação do programa “Respeitar é Preciso”. Confira a reportagem de Camila Salmazio, com entrevistas de Neide Nogueira e Jonas Waks – coordenador adjunto de Educação em Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/195521992″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”450″ iframe=”true” /]