Amelinha Teles

vladimir_herzog_resistir_amelinha_telesMaria Amélia de Almeida Teles – Amelinha Teles – é integrante da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos. Na década de 70, foi presa pelo DOI-CODI  por conta da sua intensa participação na imprensa comunista clandestina, no jornal “A Classe Operária”. Seus filhos pequenos,  seu marido Cesar e sua irmã Crimeia, grávida de 7 meses, tambérm foram presos.   Participou da luta pela anistia, ampla, geral e irrestrita e da imprensa democrática e feminista: Jornal “Brasil Mulher” e Jornal “Movimento”.  Participa também da União de Mulheres  e do Conselho da Ouvidoria da Defensoria Pública de São Paulo.

Publicado por

Documentários e depoimentos que buscam entender o que levou jornalistas consagrados a embarcarem, com um punhado de focas, ativistas políticos e intelectuais, naquelas naus incertas “sem aviso prévio e sem qualquer itinerário”, como disse o poeta.

Deixe seu comentário

Quer participar com outras informações?
Contribua aqui!

Deixe uma resposta