DOE AGORA

Projeto Heroínas dessa História realiza roda de conversa na Caixa Cultural

Projeto Heroínas dessa História realiza roda de conversa na Caixa Cultural

Na próxima terça-feira, dia 04 de dezembro, entre 10h e 11h30, o Instituto Vladimir Herzog (IVH) apresenta ao público o projeto Heroínas dessa História, série de publicações que pretendem dar visibilidade às trajetórias de mulheres que tiveram seus familiares mortos pelas mãos armadas do Estado e que fizeram de suas vidas uma constante luta por memória, verdade e justiça. O projeto é patrocinado pela Caixa, Governo Federal – Ministério da Cultura – Lei de Incentivo e Klabin. O tema deste primeiro evento será “Vivências femininas sobre a violência de Estado no passado e no presente”.

O encontro é organizado por Carla Borges e Tatiana Merlino, coordenadoras do projeto e ambas com importantes trajetórias na luta por Direitos Humanos e Direito à Memória e à Verdade. Elas receberão como convidada a jornalista Jéssica Moreira, cofundadora do Nós, mulheres da periferia, repórter na Agência Mural de Jornalismo das Periferias e uma das autoras do primeiro livro do projeto, ainda em produção. Além de democratizar os resultados iniciais da pesquisa, o IVH pretende promover o necessário debate sobre a ditadura militar e suas permanências na violência de Estado hoje, especialmente com o público jovem.

Durante a ditadura militar brasileira, as mulheres atuaram em diversas frentes na resistência ao regime e na luta por democracia. É notável seu protagonismo na mobilização pela anistia política e também nos diferentes movimentos que se organizaram para fazer face aos desmandos do período. Nesses percursos, sofreram toda sorte de violações, invariavelmente associadas e agravadas pelo fato de serem mulheres. No entanto, embora recentes iniciativas tenham procurado lançar luz sobre a questão de gênero e a resistência à ditadura militar, pouco ou quase nada se fala sobre as mães, esposas, filhas, irmãs e amigas daqueles e daquelas que morreram nas mãos dos agentes da repressão, nem de sua batalha para manter viva a sua memória e exigir do Estado as respostas devidas até hoje. Trata-se de histórias que permanecem em grande parte invisíveis. Desaparecidas, assim como as vidas das pessoas que se opuseram àquelas arbitrariedades.

——

SERVIÇO
Roda de Diálogo – Heroínas dessa História 
Data: 04 de dezembro – 10h às 11h30
Local: Caixa Cultural São Paulo
Praça da Sé, nº 111. 
Entrada aberta e gratuita.

 

Ouça a entrevista das coordenadoras do Heroínas dessa História no Espaço Vladimir Herzog de Direitos Humanos na Rádio Brasil Atual: