DOE AGORA

Prêmio Vladimir Herzog anuncia vencedores de sua 37ª edição em 30 de setembro

Prêmio Vladimir Herzog anuncia vencedores de sua 37ª edição em 30 de setembro

Cerimônia de premiação será no dia 20 de outubro, no Tuca, em São Paulo

No próximo dia 30 de setembro, quarta-feira, a Comissão Organizadora do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos estará reunida na sala Oscar Pedroso Horta da Câmara Municipal de São Paulo, em sessão pública, com transmissão ao vivo, para a escolha dos vencedores desta 37ª edição.

Foram 612 trabalhos inscritos – recorde da década. A primeira etapa de julgamento, iniciada dia 15 de agosto, conta com a participação de 24 jurados, representantes de quase todos os estados do país. Já na segunda fase, a comissão julgadora será composta por onze dirigentes das entidades organizadoras, que avaliarão os trabalhos que obtiverem as três maiores notas em cada categoria para, enfim, eleger os ganhadores.

Considerado um dos mais significativos do país, o Prêmio Vladimir Herzog reconhece, ano a ano, trabalhos que valorizam a democracia, a cidadania e os Direitos Humanos em oito categorias: Artes (ilustrações, charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos), Fotografia, Documentários de TV, Reportagem de TV, Rádio, Jornal, Revista e Internet.

Neste ano a cerimônia de premiação acontecerá no dia 20 de outubro, terça-feira, às 20h, no TUCA, em São Paulo, e será precedida da Roda de Conversa com os profissionais premiados na manhã do próprio dia 20, no Tucarena.

Vencedores do prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos durante a roda de conversa em São Paulo no ano passado (foto: Karine Seimoha)

Vencedores do prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos durante a roda de conversa em São Paulo no ano passado (foto: Karine Seimoha)

Prêmio Especial Vladimir Herzog 2015
Desde 2009, a Comissão Organizadora do Prêmio Herzog indica jornalistas para serem homenageados pelos relevantes serviços prestados às causas da democracia, paz, justiça e contra a guerra. A iniciativa das instituições promotoras retoma proposta original do Prêmio, que previa tal reverência a personalidades ou jornalistas que jamais inscreveriam seus trabalhos em qualquer tipo de concurso.

Já foram homenageados Lourenço Diaféria (in memoriam), David de Moraes, Audálio Dantas, Elifas Andreato, Alberto Dines, Lúcio Flavio Pinto, Perseu Abramo (criador do Prêmio, in memoriam), Marco Antônio Tavares Coelho, Raimundo Pereira, Sandra Passarinho e Rubens Paiva (in memoriam).  Neste ano, receberão as homenagens Mino Carta, Mauro Santayana, Daniel Herz (in memoriam) e Eduardo Galeano (in memoriam).

O 37º Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos é promovido e organizado, atualmente, por onze instituições: Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo – ABRAJI; Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil – UNIC Rio; Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo; Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – ECA/USP; Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ; Instituto Vladimir Herzog; Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB Nacional, Ordem dos Advogados do Brasil/Secção São Paulo, Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo, Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo e Sociedade Brasileira dos Estudos Interdisciplinares da Comunicação – Intercom.

Serviço
37º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos
Reunião da Comissão Julgadora e divulgação dos premiados: 30 de setembro, em sessão aberta de julgamento na Câmara Municipal de São Paulo e transmissão ao vivo pela internet, das 10h às 14h.
Roda de Conversa: 20 de outubro, terça-feira, das 9h às 13h
Local: Tucarena
Solenidade de premiação: 20 de outubro, terça-feira, 20h
Local: TUCA – Teatro da Universidade Católica (Rua Monte Alegre, 1024, Perdizes, São Paulo)
Mais informações: www.premiovladimirherzog.org.br