DOE AGORA

Prêmio Jovem Jornalista define cartaz da sua 7ª edição

Prêmio Jovem Jornalista define cartaz da sua 7ª edição

Obra é de autoria de Jaime Prades, artista plástico e designer gráfico espanhol, que mora no Brasil desde 1970

Depois de peças assinadas pelo cartunista Paulo Caruso (2013) e pelo pintor e artista gráfico Zélio Alves Pinto (2014), o Premio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão convidou o artista plástico e designer gráfico Jaime Prades para assumir o desafio de mobilizar a juventude a apresentar propostas para a sua 7ª edição.

Nascido em Madri, em 1958, Jaime chegou ao  Brasil em 1970. Pioneiro da arte urbana brasileira, criou e integrou o grupo Tupinãodá de 1983 a 1989, na Vila Madalena, em São Paulo. A partir de 1990 iniciou o projeto “Arte possível” e realizou, antecipando a toy art, mais de 30 mil esculturas dos seus personagens de rua, além de extensa pesquisa e produção de ateliê. Em 2007 criou o projeto “Natureza Humana” recolhendo os restos de madeiras jogados nos lixos e interferindo em lugares públicos. Jaime também trabalha com instalações, pintura, graffiti, escultura, artdesign e arte aplicada.

Prades mora e trabalha em São Paulo desde 1975. A versão final do pôster do 7º Prêmio Jovem Jornalista estará finalizada ainda em março, para distribuição imediata às escolas de Jornalismo de todo o Brasil.

Prêmio discute liberdade de expressão
As inscrições para o 7º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão estarão abertas aos alunos de graduação regularmente matriculados em cursos de Comunicação Social/Jornalismo entre os dias 2 de abril e 5 de maio de 2015, exclusivamente pelo site www.jovemjornalista.org.br.

Neste ano as propostas de pauta deverão abordar o tema: “Desafios da Liberdade de Expressão no Cenário dos Direitos Humanos: Retratos no Brasil de Hoje”.

Será permitida a inscrição individual ou em equipes de até três estudantes. Os projetos de pauta deverão contar, obrigatoriamente, com a participação de um professor-orientador vinculado à instituição de ensino da equipe.

O Prêmio Jovem Jornalista foi criado em 2009 para oferecer aos estudantes de jornalismo a oportunidade de desenvolverem um trabalho profissional completo (pauta e matéria). A atividade é orientada por um professor da instituição de ensino do estudante, um jornalista mentor definido pelos organizadores do prêmio e custeada pelo Instituto Vladimir Herzog.