DOE AGORA

Praça e Memorial Vladimir Herzog

Praça e Memorial Vladimir Herzog

No dia 25 de Outubro, data em que o jornalista Vladimir Herzog foi torturado e assassinado pelos agentes da ditadura em 1975, a Câmara Municipal de São Paulo inaugurou a Praça e Memorial Vladimir Herzog.

Localizada atrás do prédio da Câmara, no início da Rua Santo Antonio, confluência com a Praça da Bandeira, a nova praça terá um mosaico feito com base na obra 25 de Outubro, de autoria do artista plástico Elifas Andreato.

Esta iniciativa se deve a várias pessoas, notadamente o ex-vereador Ítalo Cardoso, que iniciou as articulações na Câmara quando presidia a Comissão Municipal da Verdade Vladimir Herzog; o jornalista Sérgio Gomes; Elifas Andreato; a família Herzog; e o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo.

Para os jornalistas, a existência da Praça e Memorial Vladimir Herzog ajudará a manter permanentemente viva a memória de fatos que ocorreram em nosso País e que queremos ver banidos para sempre.