3° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão

3° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão

Project Description

Conheça os premiados do 3° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão

O sucesso no número de inscrições do 3º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão se refletiu em uma cerimônia de premiação emocionante, realizada na noite do dia 24 de Outubro de 2011, no Teatro TUCA. Jornalistas renomados, políticos e estudantes de jornalismo acompanharam lado a lado a entrega dos prêmios, discursos e todo o cerimonial conduzido por Maria Lydia, reconhecida profissional de comunicação que atua na TV Gazeta.

Os estudantes também estiveram sob os holofotes e receberam uma homenagem por seus projetos vencedores. Os alunos, das Universidades Católica de Pernambuco, Presbiteriana Mackenzie e da Escola de Comunicações e Artes – USP tiveram suas pautas, com o tema previamente determinado “Os oito Objetivos do Milênio”, escolhidas entre dezenas de outros projetos e desenvolveram uma matéria, totalmente custeada pelo Instituto Vladimir Herzog. Além de terem seus trabalhos publicados em veículos de comunicação, os futuros jornalistas concorreram a uma viagem à Inglaterra para participar do Encontro de Jovens Artistas, em Nottingham, que reuniu cerca de 1.000 jovens talentos de 120 países, com faixa etária entre 18 e 30 anos.

Zemanta Related Posts Thumbnail

Cartaz 3º Prêmio Jovem Jornalista

Homenagem a Elifas Andreato

 O artista plástico Elifas Andreato se emocionou com a homenagem, mais do que merecida, que recebeu na noite de premiação. Um dos idealizadores do Prêmio Vladimir Herzog de Jornalismo e Direitos Humanos, o artista plástico combateu a ditadura no Brasil com trabalhos memoráveis em veículos de comunicação que enfrentavam o regime naquele período.

“Sinto-me muito honrado em receber esta homenagem. Participei da criação do Prêmio Vladimir Herzog há 33 anos e sempre trabalhei para que as pessoas não esquecessem aquilo que aconteceu e quem era o Vlado. Estou realmente muito orgulhoso por esta noite”, discursou.

Ovacionado, Elifas recebeu um troféu especial com uma placa que trazia os dizeres: “Odiado pelos tiranos e torturadores, temido pelos hipócritas, respeitado pelos patrões, queridos por seus pares, referência de sua geração, exemplo para a Juventude, amado pelo Povo. Ignorado, nunca!!! A arte é amiga da Liberdade e os artistas sempre lutam por ela. Se a ditadura de Franco teve que enfrentar Picasso, a nossa precisou encarar o Elifas

 

 

Conheça os premiados da noite:

Projeto: “Ilha de Deus – A história de uma comunidade, contada a partir de três mulheres que mudaram o destino de muitas vidas.
Estudantes: Vanessa Cristina da Silva e Aline de Souza Silva
Universidade: Universidade Católica de Pernambuco
Orientação: Professora Ana Maria Veloso

 

Projeto: “Educação para quê? Universos educativos desperdiçados em Paraisópolis”
Estudantes: Vagner de Alencar Silva e Bruna Christina Belazi Paulino
Universidade: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Orientação: Professora Denise Cristine Paiero

 

Projeto: “A situação dos haitianos que estão na tríplice fronteira Brasil-Peru-Colômbia, no município de Tabatinga (AM), esperando por um visto para entrar em território brasileiro”
Estudantes: Bruno Lopez Molinero Gomes e Mateus Luiz Camillo de Souza
Universidade: Escola de Comunicações e Artes – USP
Orientação: Professora Alice Mitika Koshiyama

 

 

Para saber mais sobre o prêmio Jovem Jornalista acesse:  www.jovemjornalista.org.br