DOE AGORA

Plano de Atividades de 2015 do Instituto Vladimir Herzog

Plano de Atividades de 2015 do Instituto Vladimir Herzog

Com a missão de contribuir para a reflexão e produção de ações que garantam o direito de todos à justiça e à vida, o Instituto Vladimir Herzog nasceu a partir da formação de um acervo multimídia sobre a vida de Vladimir Herzog.

Desse primeiro trabalho cresceu o ideal de colaborar na conquista dos direitos humanos, através da ampliação das áreas de atuação do Vlado durante sua vida: jornalismo, cultura e educação. Para tanto, baseamo-nos em três pilares: preservar, construir e compartilhar.

Preservamos a História recente do Brasil, sendo o centro de referência da vida do jornalista Vladimir Herzog. Promovemos, orientamos e premiamos trabalhos de comunicação que abordam o direito da sociedade à vida e à justiça, além de compartilharmos nossos ideais por meio de palestras, debates, cursos e treinamentos.

Durante esse percurso, muitas empresas e pessoas participaram de nossas conquistas, acreditando nas nossas propostas e em nossa capacidade de realização. Desejamos que outras sigam seu exemplo e ampliem o movimento pelo respeito aos direitos de todos à vida e à justiça, como determina a Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela ONU em 1948 e incorporada à legislação brasileira.

Para viabilizar nossas iniciativas, contamos com esses nomes que nos asseguram o apoio financeiro: Alcoa, Ambev, Banco do Brasil, Banco Safra, BNDES, Bradesco, Caixa, Camargo Correa, Center Norte, Correios, CSN, Fórum das Américas, Fundação Arimax, Fundação Ford, Odebrecht, Organizações Globo, Petrobras, Sabesp, Souza Cruz e Syngenta.

 Fotos de alguns de nossos evento de 2014:

No futuro, pretendemos manter nossa tradição  e continuar expandindo nossos projetos, sem deixar de criar novas iniciativas. A seguir, está elencado o conjunto de atividades do Instituto Vladimir Herzog para 2015, visando à possibilidade da sua participação.

 

logo_vlado_protecao_jorn_mini

“Vlado Proteção aos Jornalistas” – A defesa dos jornalistas ameaçados por expor situações de desrespeito aos Direitos Humanos ou qualquer outro tipo de denúncia, procurando garantir a integridade física e moral dos jornalistas perseguidos. O programa atua de duas formas: expõe as ameaças e oferece apoio jurídico aos jornalistas nos processos em que está envolvido. Conterá um espaço de denúncia anônima.

logo_vlado_premios_mini

“37º Prêmio Vladimir Herzog – Um dos prêmios de jornalismo mais tradicionais do Brasil, concedido pelo Instituto Vladimir Herzog e outras 11 entidades da sociedade civil, ele continua vinculado à luta pelos direitos humanos e cidadania. É a sua finalidade reconhecer e premiar jornalistas, personalidades e veículos de comunicação que se destacam para a promoção da democracia, cidadania e direitos humanos.

“7º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão – Visa a oferecer aos estudantes de Jornalismo de todo o país a oportunidade de realizar um trabalho prático e reflexivo, desde o projeto de pauta até a execução de uma reportagem, além de proporcionar o desenvolvimento de consciência crítica pelos direitos humanos.

logo_vlado_editora_mini

Livro – “Vlado” – Contará a vida de Vladimir Herzog desde sua infância na Itália, passando por sua formação e suas atividades além do jornalismo. O texto será desenvolvido para um público infanto-juvenil e o livro será fartamente ilustrado.

Livro – “Heroínas da Ditadura” – Relatos de 12 mulheres que sobreviveram à morte de familiares assassinados pela ditadura. Na História recente do Brasil, os nomes de diversas vítimas deste período, tais como Vladimir Herzog, Rubens Paiva, Manuel Fiel Filho, entre outros, têm sido gravados como heróis daquele período. Esse título de heroína também deve ser dado àquelas que enfrentaram o regime militar buscando justiça para seus maridos, amantes e filhos. O livro será o resultado de um profundo trabalho de pesquisa para resgatar essa luta e dar o devido reconhecimento a essas heroínas.

Livro – “O Brasil dos protestos de ontem e de hoje” – Roteirização em quadrinhos sobre os protestos políticos de um Brasil recente, retroagindo à saga da família Herzog desde a sua fuga da Croácia, passando pela Itália fascista durante a II Guerra Mundial, até os últimos momentos de vida do jornalista.

Livro – “365 dias com Vladimir Herzog” – Será o resultado de um processo interativo de um ano nas redes sociais. Faremos uma pesquisa sobre quais foram os passos, pesquisas, interesses e trabalhos de Herzog em seu último ano de vida. Serão criados perfis em redes sociais, como se essa mídia existisse naquela época, de tal forma que atualizaremos as redes como faria Herzog, com certa liberdade poética em cada postagem: comentários sobre os jogos do Palmeiras, time pelo qual torcia, sobre política, economia, fotografia, cultura e sociedade.

logo_vlado_projetos_especiais_mini

1º Seminário Internacional sobre a Cultura de Violência Contra as Mulheres – O objetivo deste Seminário é colocar em foco o debate da cultura da violência contra as mulheres em nível global. O seminário é uma realização do IVH, com produção do Instituto Patrícia Galvão.

Documentário ”O Cardeal da Resistência” – Cinco episódios para TV com duração de 52 minutos cada episódio. A narrativa foi construída a partir do livro homônimo, que relata a biografia de Dom Paulo Evaristo Arns, lançado pelo Instituto em 2013.

“Vlado 40 anos” – Exposição que resgata a vida de Vladimir Herzog como jornalista, cineasta e professor. Em 2014 o país refletiu sobre os 50 anos da implantação da ditadura e, passadas cinco décadas, a Comissão da Verdade segue trabalhando para esclarecer inúmeros fatos ainda obscuros desse período. Por 21 anos, os direitos humanos foram desrespeitados, centenas de opositores foram assassinados e milhares de projetos pessoais destruídos. Essa exposição conta a história de um opositor, seu assassinato e como a ditadura começou a se desmanchar a partir desse momento.

“Resistir é Preciso” – Exposição Itinerante – Versão resumida do projeto “Resistir é Preciso”, exposição montada nos Centros Culturais Banco do Brasil em diversas capitais, entre 2013 e 2014. Será desenvolvido um material de fácil transporte e montagem, trazendo a linha do tempo (1964-1985) com os principais fatos políticos desse período, além da reprodução de jornais e cartazes da chamada imprensa alternativa. O material será disponibilizado para escolas, bibliotecas e outros espaços públicos.

Além desses projetos de nossa iniciativa e parcerias, desenvolvemos e implantamos projetos específicos a partir do interesse de empresas ou organizações, desde que sejam ligados às temáticas inclusas na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Junte-se a nós e faça parte da turma que respeita e luta pelos Direitos Humanos.