DOE AGORA

Obras de Antonio Benetazzo chegam ao acervo do IVH no Google

Obras de Antonio Benetazzo chegam ao acervo do IVH no Google

Nova​ ​exposição​ ​do Instituto Vladimir Herzog no Google​ ​faz parte de projeto sobre Arte Contemporânea dos​ ​séculos​ ​XX​ ​e​ ​XXI​, que conta com obras renomadas de parceiros ​ao redor​ ​do​ ​mundo

As obras de Antonio Benetazzo, artista plástico e militante político assassinado pela ditadura militar no Brasil em 1972, agora estão disponíveis no acervo do ​Instituto Vladimir Herzog (IVH) no Google Arts&Culture. A exposição sobre o artista apresenta diferentes fases de sua produção e faz parte da nova etapa do projeto ​“O ​que ​é ​Arte ​Contemporânea?”. ​A ​iniciativa ​global ​conta com ​conteúdo ​de ​50 ​instituições ​parceiras ​ao ​redor ​do ​mundo, ​para ​disponibilizar ​ao ​público ​mais ​de sete ​mil ​obras ​de ​arte, ​incluindo ​pinturas, ​esculturas ​e ​outras ​peças ​aclamadas ​pela ​crítica ​nos séculos ​XX ​e ​XXI.

No ​Brasil, ​o ​projeto ​“O ​que ​é ​Arte ​Contemporânea?” ​foi ​desenvolvido ​em ​colaboração ​com o Instituto Vladimir Herzog e ​mais ​outras ​14 ​instituições ​culturais ​de ​renome ​para ​trazer ​50 ​exposições, ​com ​mais ​de 3.200 ​obras ​que ​revelam ​detalhes ​da ​arte ​contemporânea ​brasileira. ​É ​possível ​conferir ​em ​alta resolução ​mais ​de ​500 ​obras ​capturadas ​pela ​Art ​Camera ​do ​Google, ​realizar ​seis ​tours ​pelas instituições ​pelo ​Street ​View ​e ​também ​dois ​passeios ​em ​Realidade ​Virtual.

CLIQUE PARA CONFERIR A EXPOSIÇÃO EM NOSSO ACERVO

O ​acervo ​do IVH, ​disponibilizado ​no ​Google ​Arts&Culture, ​inclui:

  • Zoom digital: com o recurso de zoom da plataforma Arts&Culture, o visitante consegue ver detalhes das obras que não ficavam visíveis em exposições físicas, especialmente em obras muito pequenas (10×10 cm, por exemplo) ou com traços muito delicados (caso das obras em nanquim).
  • Depoimentos exclusivos: estão disponíveis quatro vídeos com entrevistas exclusivas de Reinaldo Cardenuto, curador das obras, e Rogério Sottili, diretor executivo do IVH, em que os dois exploram todo o processo de pesquisa e montagem da exposição que recuperou o trabalho de Benetazzo.
  • Documentário Entre Imagens – (Intervalos): documentário que trata da vida e da obra do artista ítalo-brasileiro e apresentado como parte integrante da exposição no Arts&Culture. Com direção de André Fratti Costa e Reinaldo Cardenuto, o filme-ensaio foi exibido em importantes festivais, como a 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes, Mostra de Curta CCBB, 16ª Mostra de Curta Goiânia, a mostra francesa Brésil en Mouvement e VII Festival Pachamama, onde foi premiado na categoria Melhor Curta Metragem.

Rogério Sottili​, diretor executivo​ do IVH, afirma que “a possibilidade de expor permanentemente as obras de Benetazzo ao lado de nomes já consagrados da Arte Contemporânea é uma conquista fundamental para o Direito à Memória, à Verdade e à Justiça. É uma ação que recoloca um dos maiores artistas deste país em seu lugar merecido na história da arte e da cultura brasileiras. A trajetória artística de Benetazzo ficou desconhecida do público por muitos anos, após sua história ter sido apagada pela ditadura militar. Poder apresentá-la ao mundo todo, com as inovações tecnológicas únicas que o Arts&Culture proporciona, é um grande passo para nós. O trabalho de Benetazzo merecia ser democratizado e conhecido por todos”.

No ​início ​de ​outubro, ​o ​Google ​Arts&Culture ​iniciou ​o ​projeto ​“O ​que ​é ​Arte ​Contemporânea?” ​com instituições ​como ​o ​Modern ​Art ​Oxford, ​além ​de ​MoMa, ​Brooklyn ​Museum ​e ​outras, ​para ​levantar ​a questão ​do ​que ​é ​arte ​contemporânea ​e ​oferecer ​às ​pessoas ​uma ​viagem ​por ​museus ​e ​obras espalhados ​pelo ​mundo, ​como:

  • Todas ​as ​obras ​de ​León ​Ferrari ​pertencentes ​à ​coleção ​do ​Museo ​de ​Arte ​Moderno ​de Buenos ​Aires ​(MAMBA)
  • Uma ​instalação ​feita ​por ​Ai ​Weiwei ​na ​Dinamarca ​em ​homenagem ​ao ​Dia ​Mundial ​do Refugiado ​da ​ONU.
  • Todas ​as ​obras ​integrantes ​da ​15ª ​Bienal ​de ​Istambul.
  • As ​produções ​de ​artistas ​tanto emergentes ​quanto mais ​estabelecidos ​que ​marcaram ​a ​volta do ​movimento ​de ​miniatura ​do ​Paquistão.
  • As ​produções ​de ​artistas ​sul-africanos ​contemporâneos, ​nas ​exposições ​organizadas ​por Johannesburg ​Art ​Gallery.
  • E ​os ​destaques ​de ​museus ​importantes, ​como ​Serralves, ​em ​Portugal; ​Mathaf: ​Arab ​Museum of ​Modern ​Art, ​no ​Quatar; ​e ​Barjeel ​Art ​Foundation, ​nos ​Emirados ​Árabes.

A ​exposição ​“O ​que ​é ​Arte ​Contemporânea?” ​está ​disponível ​on-line ​em g.co/contemporaryart​ ​e​ ​pelo aplicativo ​do ​Google ​Arts ​& ​Culture ​no iOS ​e Android.

Sobre​ o Instituto Vladimir Herzog
Criado em 25 de junho de 2009, o Instituto Vladimir Herzog tem a missão de lutar pelos Direitos Humanos, pela Democracia e pela Liberdade de Expressão. Sua fundação se inspirou na trajetória de vida do jornalista Vladimir Herzog, assassinado em 1975 pela ditadura, bem como nos principais valores ligados a essa trajetória. Tendo como bandeira a frase de Herzog “Quando perdemos a capacidade de nos indignarmos com as atrocidades praticadas contra outros, perdemos também o direito de nos considerarmos seres humanos civilizados”, o IVH é uma organização sem fins lucrativos, com neutralidade político-partidária.

Sobre​ ​o​ ​Google​ ​Arts​ ​&​ ​Culture
O Google Arts & Culture coloca mais de mil museus ao seu alcance. É uma maneira nova e imersiva de explorar a arte, a história e as maravilhas do mundo. O aplicativo Google Arts & Culture é gratuito e está disponível na web, para iOS e Android. A equipe do Google Arts & Culture é um parceiro inovador de instituições culturais. A equipe trabalha com tecnologias que ajudam a preservar e compartilhar cultura e permite que os curadores criem exposições envolventes on-line e off-line, dentro de museus.