DOE AGORA

Nota pública: IVH repudia ataques sofridos por jornalista da Folha

Nota pública: IVH repudia ataques sofridos por jornalista da Folha

O Instituto Vladimir Herzog vem a público repudiar de forma veemente os ataques que a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S. Paulo, vem sofrendo após denunciar o esquema de “Caixa 2” envolvendo a campanha do candidato à presidência, Jair Bolsonaro.

Patrícia é uma das mais competentes repórteres da imprensa brasileira, com extensos e valiosos serviços prestados ao jornalismo, de reputação e credibilidade inquestionáveis.

A ofensiva machista e covarde da qual ela vem sendo vítima é mais uma faceta deplorável do avanço fascista e reacionário que toma conta do Brasil, mas que não será capaz de calar as vozes que, bravamente, materializam o ideal jornalístico de atender ao interesse público e noticiar aquilo que tem relevância para a sociedade.

Exigimos que as autoridades responsáveis investiguem de forma célere e minuciosa a origem dos ataques a Patrícia Campos Mello e que os responsáveis sejam punidos.

Ataques a jornalistas representam uma grave ameaça aos princípios constitucionais e inalienáveis da liberdade de expressão e do direito à informação. E quando esses direitos estão sob ameaça, é a democracia como um todo que corre perigo.

Instituto Vladimir Herzog
18 de outubro de 2018