DOE AGORA

Instituto Vladimir Herzog e Centro Cultural Banco do Brasil realizam exposição “Resistir é preciso…” em Brasília e outras três capitais (2013)

Instituto Vladimir Herzog e Centro Cultural Banco do Brasil realizam exposição “Resistir é preciso…” em Brasília e outras três capitais (2013)

De 05 de Agosto a 22 de Setembro, o Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília abrigará a exposição “Resistir é Preciso…”. Idealizada pelo Instituto Vladimir Herzog, a mostra é parte das iniciativas da instituição de manter viva na memória dos brasileiros a luta da imprensa durante a ditadura, período em que centenas de profissionais do meio foram presos, torturados e assassinados. A exibição é organizada em parceria com o Ministério da Cultura e o Banco do Brasil e contará com painéis, cartazes, obras de arte, além de depoimentos em vídeo. Após apresentada na capital federal, segue para São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Por meio de uma “linha do tempo”, a exposição pretende contar a história da resistência à ditadura militar que foi instaurada no Brasil em 1964 e que permaneceu no poder até a eleição indireta de Tancredo Neves, em 1985. Nesse período, muitos intelectuais, artistas, sindicatos, estudantes, e diversos setores da sociedade civil, lutaram pelo restabelecimento da democracia no Brasil.

O projeto “Resistir é Preciso…” possibilita aos jovens conhecer melhor as lutas pela reconstrução democrática, ocorridas nas décadas de 60 a 80, incluindo as polêmicas entre as diversas correntes de oposição ao regime militar. Nas bancas, na clandestinidade e no exílio, essas três formas de resistir à ditadura fazem parte de um cenário pouco conhecido pelo público atual, apesar de ter cumprido um papel relevante durante todo o processo de redemocratização do país.

Em São Paulo, a mostra estará em cartaz de 12 de Outubro a 6 de Janeiro de 2014, seguindo para o Rio de Janeiro (de 12 de Fevereiro a 07 de Abril de 2014), até chegar em Belo Horizonte, de 04 de Agosto a 05 de Outubro do próximo ano.