Estudantes do Ensino Fundamental desenvolvem o aplicativo Ditadura na Memória (2013)

Alunos do 9º ano do Colégio I.L. Peretz desenvolveram o Projeto Ditadura na Memória, ferramenta digital que permite uma visão ampla do período militar ao trazer informações do contexto histórico, político e cultural da época. O resultado do projeto é a parceria da escola com o Instituto Vladimir Herzog e Núcleo Memória para o lançamento do aplicativo gratuito sobre o regime militar no Brasil, disponível para smartphones e tablets, com atividades lúdicas para que a História recente do País seja conhecida pelos mais jovens.

 

O Projeto Ditadura na Memória propôs em suas atividades um resgate do período da ditadura civil-militar, com o objetivo de, nas palavras da professora Melanie Grun, coordenadora da Área de Ciências Humanas do Peretz, “lembrar do passado, mas com os olhos voltados para o amanhã! Pensando sempre que a memória é o elo entre passado, presente e futuro. Estudar a Ditadura mais a fundo e contribuir para a difusão de informações sobre o período com o aplicativo é uma forma de agir pela defesa dos Direitos Humanos e da Democracia.”

 

Ditadura na Memória surgiu com o propósito de incentivar a análise crítica, e uniu disciplinas como História, Educação Artística, Geografia e Português.  Com orientação de Grun, os alunos analisaram diferentes aspectos do regime militar brasileiro e desenvolveram 11 aplicativos e os melhores foram selecionados para a versão final. O app está disponível para download no site Fábrica de Aplicativos (http://app.vc/ditadura_na_memoria1).

 

Sobre o Instituto Vladimir Herzog

 

Criado em 25 de Junho de 2009, o Instituto Vladimir Herzog tem a missão de contribuir para a reflexão e produção de informações que garantam o direito à vida e o direito à justiça. Sua fundação se inspirou na trajetória de vida do jornalista Vladimir Herzog, assassinado em 1975 pela ditadura, bem como nos principais valores ligados a essa trajetória: democracia, liberdade e justiça social.

 

Tendo como bandeira a frase de Herzog “Quando perdemos a capacidade de nos indignarmos com as atrocidades praticadas contra outros, perdemos também o direito de nos considerarmos seres humanos civilizados”, o Instituto é uma OSCIP, organização sem fins lucrativos, com neutralidade político-partidária.

Compartilhe
Compartilhe este artigo: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Posts Relacionado

Deixe um Comentrio


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>