DOE AGORA

Encontro discute a arte como resistência a partir das obras de Antonio Benetazzo

Encontro discute a arte como resistência a partir das obras de Antonio Benetazzo

Evento foi realizado na Unibes Cultural e teve a presença de Carla Borges e Reinaldo Cardenuto

 

No último dia 24 (terça-feira), o Instituto Vladimir Herzog promoveu um encontro sobre a extraordinária trajetória artística de Antonio Benetazzo, artista plástico e militante político assassinado em 1972 pela ditadura militar. O evento realizado na Unibes Cultural contou com roda de conversa sobre a exposição “Antonio Benetazzo, permanências do sensível” e apresentou o documentário “Entre Imagens (Intervalos)” sobre a vida e obra do artista. Na mesa, estiveram presentes Carla Borges, ex-coordenadora de Políticas de Direito à Memória e à Verdade da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo; Reinaldo Cardenuto, pesquisador e curador da exposição “Antonio Benetazzo, permanências do sensível”; e Rogério Sottili, diretor executivo do IVH.

A exposição “Antonio Benetazzo, permanências do sensível” está disponível no acervo do IVH na plataforma Google Arts&Culture.

CLIQUE PARA CONFERIR A EXPOSIÇÃO EM NOSSO ACERVO

Confira as fotos do evento na galeria abaixo:

Crédito das fotos: Vinicius Martins/Instituto Vladimir Herzog