DOE AGORA

Curta-metragem “Vlado” pretende reforçar a importância histórica de Vladimir Herzog

Curta-metragem “Vlado” pretende reforçar a importância histórica de Vladimir Herzog

O último dia da vida do jornalista Vladimir Herzog foi o tema escolhido pelo jovem cineasta brasileiro, Felipe Mucci, para o seu trabalho de conclusão de mestrado no AFI – American Film Institute, em Los Angeles. O curta-metragem “Vlado”, com duração de 19 minutos e 35 segundos, retrata o dia 25 de outubro de 1975, quando o então diretor da TV Cultura foi assassinado nas dependências do DOI-CODI em São Paulo.

Da concepção da ideia até a première do filme “Vlado”, realizada no dia 6 de março no AFI com cerca de 200 convidados, passou-se um ano e quatro meses de muita pesquisa. Além de estudar a época e a vida do jornalista por meio de livros, documentários e buscas na internet, Felipe entrevistou Ivo Herzog e Paulo Markun, que o ajudaram a entender quem era o Vlado.

Segundo o cineasta: “Essas conversas foram essenciais. Eu sempre soube da história de Vladimir Herzog, pois meu pai foi aluno dele na FAAP e trabalhou com ele na TV Cultura. Sempre achei interessante a ideia de um homem, que mesmo quando o país vivia uma situação complicada, acreditava no lado bom do ser humano. Ele sabia que não tinha feito nada de errado e por isso não temia o exército”.

O projeto foi realizado através de uma iniciativa de financiamento coletivo (crowdfunding) e contou com a contribuição de mais de 150 pessoas de várias partes do mundo. Com exceção do ator que interpreta Vlado, Bernardo de Paula, filho de brasileiros nascido em Nova York, todo o elenco é formado por atores brasileiros. Felipe explica que se recusou a contar uma história tão importante para o Brasil em outro idioma.

De acordo com Mucci, muitas pessoas com menos de 30 anos não sabem quem foi Vladimir Herzog e o que ele representa para o país: “Isso é um absurdo. Não estudamos a História do Brasil e acabamos por ignorar pessoas que são diretamente responsáveis pela liberdade que temos. Por isso quis fazer esse filme”.

O curta-metragem será inscrito em diversos festivais brasileiros e internacionais. Por enquanto, “Vlado” pode ser visto no RIFF – Festival Internacional de Cinema Independente de Roma, em abril, mas a expectativa é de que esteja em breve nas telas dos cinemas brasileiros.

Confira aqui o trailer de “Vlado”.